Conselho Consultivo da Federação de Andebol de Portugal tomou posse na manhã de sábado

PUB

O Conselho Consultivo da FAP, cuja constituição é da responsabilidade da Direção, é presidido por Carlos Cruz e os seus membros são Ângelo Pintado, António Canelas, António Trinca (APAOMA), Bernardo Novo, Carlos Resende, Célia Afra, Fernando Pais, Irene Henriques, Irineu Moreira (ATAP), Jorge Dias, José Carlos Correia (ANCANP), José Emídio, Manuel Arezes, Paula Espírito Santo, Paula Marisa Castro, Pedro Feist, Sidónio Violante, Tiago Silva (AJAP) e Virgínia Ganau.

A tomada de posse do Conselho Consultivo da Federação de Andebol de Portugal, órgão cujas competências estatutárias estão definidas no artigo 69º dos Estatutos, realizou-se na manhã deste sábado, 13 de Abril.

À tomada de posse seguiu-se uma reunião que, entre outros assuntos, se focalizou no modelo de organização do movimento associativo, dos Clubes às Associações Regionais e às Associações de Classe.

“Esta primeira reunião do Conselho Consultivo, no atual mandato da Direção da FAP, demonstrou a importância do Andebol ter espaços de debate para que as decisões a tomar sejam o mais partilhadas possível”, começou por frisar o Presidente da Federação. “Será no debate em órgãos estatutários como o Conselho Consultivo, e em reuniões com as Associações Regionais, Clubes e Associações de Classe que melhor se poderá conhecer o pulsar dos agentes da modalidade, bem como esclarecê-los dos enormes constrangimentos vividos.”

Ulisses Pereira saudou “de forma clara o modo frontal, crítico mas construtivo, o modo como o debate teve hoje lugar no seio do Conselho Consultivo da FAP. O Andebol precisa do contributo e das ideias de todos, e sentimos hoje que esse caminho está a ser construído”, foi a mensagem deixada.

Patrocinadores