III Gala do Andebol: Carlos Carneiro e Ana Seabra eleitos os melhores jogadores

PUB

Carlos Carneiro, do S.L. Benfica, e Ana Seabra, do Alavarium/Love Tiles, foram esta noite distinguidos com o ‘Prémio Melhor Jogador’, no decorrer da III Gala do Andebol que se realizou no Teatro Viriato, em Viseu, repetindo triunfos que já tinham rubricado nas primeira e segunda edições, respetivamente.

O evento, que contou com a presença, entre outros, do Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro; dos presidentes da Confederação do Desporto de Portugal, Carlos Paula Cardoso; do Comité Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino; do Comité Paralímpico de Portugal, Humberto Santos;da Câmara Municipal de Viseu, Fernando Ruas, e da Federação de Andebol de Portugal, Ulisses Pereira, foi presenciado por mais de 250 convidados que lotaram a bela sala de Viseu.

Na ocasião, foram distinguidos e reconhecidos aqueles que mais se destacaram e contribuíram para o contínuo desenvolvimento e sucesso do Andebol, através de um trabalho prolongado, de esforço e dedicação à modalidade.

Carlos Carneiro discutiu o título de Melhor Jogador com Gilberto Duarte e Hugo Laurentino, ambos do FC Porto Vitalis, enquanto Ana Seabra destacou-se perante as outras duas nomeadas, Cláudia Aguiar, do Madeira SAD, e Dulce Pina, do Colégio João de Barros, chamando a si o prémio de Melhor Jogadora.

Recorde-se que as distinções resultaram da votação dos cibernautas amantes da modalidade que tiveram oportunidade de se pronunciar ‘on line’ através do Portal da FAP.

Miguel Sarmento, do ABC de Braga/UMinho, venceu o prémio destinado ao Jogador Revelação, superiorizando-se aos outros finalistas, João Moniz, do Delta Belenenses, e Miguel Espinha, do SL Benfica. Ana Filipa Gante, da Juve, venceu o troféu destinado à Jogadora Revelação no confronto com Mariana Lopes (Alavarium/Lote Tiles) e Patrícia Rodrigues, da JAC – Alcanena.

Os leirienses Eurico Nicolau e Ivan Caçador repetiram a vitória dos dois últimos anos, sagrando-se como a Melhor Dupla de Árbitros de 2012/2013, numa corrida onde contaram com a concorrência de Daniel Freitas/César (Braga) e Ramiro Silva/Mário Coutinho (Aveiro).

Ulisses Pereira, técnico campeão nacional ao serviço da equipa feminina do Alavarium/Lote Tiles, foi o mais votado para o prémio de Melhor Treinador (a) na luta direta com Ljubomir Obradocvic (FC Porto Vitalis) e André Afra /Juve).

A edição deste ano da Gala do Andebol atribuiu também distinções aos Melhores Guarda-Redes. Em masculinos, a vitória sorriu a Vicente Álamo (SL Benfica) na concorrência direta com Hugo Figueira (Sporting CP) e Hugo Laurentino (FC Porto Vitalis). Em femininos, a mais votada foi Diana Roque (Alavarium/Love Tiles) que teve como adversárias Carolina Costa (ADA Colégio João de Barros) e Isabel Góis (Madeira SAD).

Um dos momentos altos da III Gala do Andebol aconteceu com a distinção de duas figuras incontornáveis do Andebol nacional. António Cunha foi agraciado com o Prémio Homenagem, que recebeu das mãos do Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro, e de Ulisses Pereira, presidente da Federação de Andebol de Portugal, enquanto o Prémio Carreira foi este ano entregue a Fátima Monge da Silva.

Durante a III Gala do Andebol foi ainda prestada uma homenagem à Seleção Nacional Sénior masculina de Portugal que, em 1976, se sagrou campeã do Mundo – Grupo C. Também Fernando Ruas, presidente da Câmara Municipal de Viseu, foi alvo de uma homenagem por parte da FAP que reconheceu todo o contributo da edilidade a que preside em favor do Andebol. A Associação de Andebol de Viseu atribuiu-lhe o Diploma de Sócio de Mérito.

A Federação de Andebol de Portugal entregou também um Prémio Reconhecimento à variante do Andebol em Cadeira de Rodas (ACR), distinguindo a APD Braga pela sua prestação na época finda.

A III Gala do Andebol, apresentada por dois jogadores – Pedro Portela (Sporting CP) e Ana Luís (Juve) – contou com diversos momentos de animação proporcionados pelo Coro Mozart; Orquestra de Acordeões de Viseu; Grupo Girafoles – Grupo de Gaitas de Foles; Ricardo Azevedo; Perfomance Oriental e Duo de Bailarinos (José e Romulus). O desaparecimento de Aleksander Donner, ocorrido poucas horas antes, foi evocado pela generalidade dos oradores.

Patrocinadores