A mesma determinação de sempre – jogar para vencer!

PUB

A seleção nacional de andebol entrou na fase final da preparação com vista ao segundo jogo do grupo 5 da fase de apuramento para o ‘play-off’ do campeonato do Mundo – Qatar 2015. Esta sexta-feira de manhã a formação nacional realizou o primeiro treino do dia no pavilhão municipal da Nazaré e no final do almoço rumou até Lisboa. Ao final da tarde nova sessão de treino, desta feita no pavilhão da Luz que abriu as portas à equipa de todos nós.

No final do treino, em que participaram os 18 jogadores que na próxima madrugada viajam para a Bósnia, Rolando Freitas abordou o jogo de domingo, frente à Bósnia que, na primeira jornada, foi à Estónia vencer por 26-29.

«Nada se modificou no que diz respeito à nossa vontade e nosso crer em somar os dois pontos. Tínhamos dito que esse era um objetivo comum aos dois primeiros jogos deste grupo de qualificação. Infelizmente, não conseguimos no primeiro jogo fazer o que desejávamos, algo que eu tinha alertado face à qualidade da equipa da Letónia, o que veio a confirmar-se. Uma entrada algo titubeante da nossa equipa colocou-nos numa situação desfavorável, andando sempre atrás do marcador».

Águas passadas não movem moinhos e Rolando Freitas assume que «esse jogo já está passado, faz parte do histórico e nada mais podemos fazer sobre ele. Há que pensar no próximo jogo. Os jogadores estão muito unidos, têm trabalhado bastante para que no domingo possamos vencer o jogo».

Para o selecionador nacional, a derrota da passada quarta-feira frente à Letónia não aumenta a vontade de ganhar à Bósnia, simplesmente porque a vontade de ganhar é sempre a maior. «A vontade é igual em todos os jogos. Tivemos sempre uma postura de tentar vencer todas as partidas mesmo quando, provavelmente, o adversário seria ainda mais difícil. Temos sempre essa vontade. O jogo de domingo tem as mesmas características, ou seja, temos a mesma vontade, o mesmo empenho e queremos vencê-lo».

BÓSNIA VISTA À LUPA

Na fase 2 qualificação para o Europeu de 2014, a Bósnia fez parte do grupo 7 – grupo de onde se qualificou o melhor terceiro classificado – juntamente com a Sérvia (1.ª com 9 pts.); Áustria (8 pts.) e Rússia (6 pts.). Foi quarta do grupo, com 1 ponto, resultante do empate caseiro frente à Áustria (28-28). Nesta qualificação utilizaram 31 jogadores.

Para lá dos muitos jogadores que se destacam nos melhores clubes da Bósnia – nomeadamente Vedran Delic, com seis golos à Letónia – saliência para aqueles que participam nas principais competições europeias, a Champions League e a EHF Cup. Daniel Saric , guarda redes do FC Barcelona, embora não tenha jogado a fase de qualificação para o Europeu 2014, aparece na lista oficial de 28 jogadores elegíveis para os primeiros jogos deste apuramento, sendo certo que não actuou esta quinta-feira diante da Letónia. Faruk Vrazalic, ponta direita recentemente transferido para o ThSV Eisenach (Alemanha) – melhor marcador bósnio da qualificação e um dos poucos que esteve em todos os 6 jogos; Marko Panic, lateral direito (4 jogos) nos franceses do Chambery; Muhamed Toromanovic, pivot, – outro dos utilizados em todas as partidas – nos polacos do Wisla Plock, que estão a disputar a Champions League, assim como Ivan Milas, lateral esquerdo (4 jogos); Vladimir Vranjes, presente em cinco jogos, que joga nos húngaros do Pick Szeged, que disputaram a fase de acesso à Liga dos Campeões e Dejan Malinovic (três golos frente à Letónia) que joga nos eslovenos do RK Maribor, equipa que disputa a EHF Cup. Benjamin Buric, guarda-redes e Senjamin Buric, pivot, ambos os gémeos nos Eslovenos do Gorenje Velenje também participaram nas seis partidas da qualificação. Igor Mandic, lateral esquerdo no Metalurg, Mirsad Terzic no Vezsprem, e Ivan Karacic no Meshkov Brest são outros jogadores bósnios a atuar no estrangeiro, com destaque na seleção.

VIAGEM ESTA MADRUGADA

A comitiva portuguesa deixa bem cedo o hotel onde está instalada, dirigindo-se ao Aeroporto Internacional de Lisboa de onde desloca para Sarajevo (rumo Munique) pelas 6 horas da manhã. A chegada à capital da Bósnia está prevista para as 12.40 horas locais. Da parte de tarde está prevista a realização de um treino, agendado para as 17.30 h.

Quando ao jogo com a Bósnia, tem o seu início marcado para as 17 horas locais e vai ser dirigido pela dupla finlandesa Jan Erik Leandersson/Mikael Lindroos.

Qualificação Play-Off Campeonato do Mundo Seniores Masculinos Qatar 2015 –

Calendário de jogos – Grupo 5

1ª Jornada
30.10.13, 21h00 – Portugal : Letónia, 26-29
31.10.13, 20h00 – Estónia : Bósnia Herzegovina, 26-29

2ª Jornada
03.11.13, 15h05 – Letónia : Estónia
03.11.17, 17h00 – Bósnia Herzegovina : Portugal

3ª Jornada
02.01.14 – Estónia : Portugal
02.01.14 – Bósnia Herzegovina : Letónia

4ª Jornada
04-05.01.14 – Portugal : Estónia
05.01.14, 15h05 – Letónia : Bósnia Herzegovina

5ª Jornada
08-09.01.14 – Bósnia Herzegovina : Estónia
08.01.14, 19h05 – Letónia : Portugal

6ª Jornada
11-12.01.14 – Portugal : Bósnia Herzegovina
11-12.01.14 – Estónia : Letónia

Patrocinadores