Challenge Cup: ABC/UMinho vence Stord Handball e dá passo importante rumo à final

PUB

O Liberty Seguros ABC/UMinho venceu esta tarde o Stord Handball por 25-18, em jogo da primeira mão da semi-final da Challenge Cup. Um resultado que não espelha as dificuldades sentidas pela equipa lusa até aos 40 minutos (15-15) que só conseguiu impôr a lei do mais forte nos 15 minutos finais.

Com o Flávio Sá Leite praticamente lotado e sob o olhar atento do selecionador nacional, Rolando Freitas, a partida arrancom com os noruegueses a tentarem impor um ritmo lento e o ABC a fazer uma substituição “defesa X ataque”, com a entrada de Gabriel Teca para o lugar de Hugo Rocha. Ricardo Pesqueira e João Pinto começaram no banco. Equilíbrio nos primeiros minutos com o ABC a passar pela primeira vez para a frente do marcador aos seis minutos (3-2) graças a um golo de Carlos Martins. Na baliza, Thomas Aagard mostrava porque foi titular da baliza das seleções jovens dinamarquesas, sendo principal responsável pelos empates sucessivos até ao 6-6 (18 m). A primeira vantagem de dois golos (8-6) aconteceu aos 20 minutos e favoreceu a equipa de Braga. A perder por 10-8 o técnico norueguês solicita o primeiro ‘time-out’ à entrada dos cinco minutos finais. Diogo Branquinho sela a primeira diferença de três golos, resultado com que terminou a primeira parte (12-9).

EQUILÍBRIO ATÉ MEIO DA SEGUNDA PARTE

A segunda parte recomeçou com o ABC a tentar impor ritmo mais rápido e os noruegueses, pelo contrário, a prolongarem ao máximo os ataques, jogando quase sempre no limite do jogo passivo. E lá foram levando a água ao seu moinho, empatando a partida a 13 golos, com 37 minutos de jogo. Situação de igualdade que se foi prolongando até aos 15-15 (40 m). Pesqueira entrou aos 44 minutos (16-15), para pouco depois Carlos Martins, muito bem lançado num contra ataque direto por Humberto Gomes, voltar a colocar a diferença em dois golos que Vidrago ampliaria pouco depois. E quando Nuno Grilo, pouco depois, fez o 19-15, o treinador do Stord pediu um ‘time-out’. Contrariando muito bem as intenções dos noruegueses, que pretendiam uma toada lenta, o ABC foi usando com mestria o contra ataque, passando aos 50 minutos com seis golos de vantagem (21-15). A formação lusa entrou nos cinco minutos finais a vencer por 23-17 terminado com um 25-18 , resultado simpático para a equipa de Braga (que desperdiçou três livres de sete metros) e que conseguiu esta diferença graças ao parcial de 10-3 que marcou os últimos 17 minutos.

O boletim de jogo pode ser consultado em anexo

S.L. BENFICA NA ROMÉNIA

O S.L Benfica entra em ação este domingo, na Roménia, onde a partir das 18 horas locais, defronta o Handball Club Odorhei. Os romenos têm sido presença certa nas competições europeias nos últimos quatro anos, com duas presenças na EHF Cup e outras duas na Challenge Cup.Para chegarem às meias-finais, os romenos ultrapassaram os britânicos do Cambridge HC; os luxemburgueses do Red Boys e, na última ronda, com duas vitórias sobre os ucranianos do ZTR Zaporozhye.

Ao contrário do que sucede com o adversário norueguês do ABC, os romenos do Odorhei têm no fator casa um importante aliado. O seu pavilhão conheceu semrpe casa cheia (cerca de 1.500 espectadores) nos jogos das rondas anteriores da Challenge Cup. Mas isso não será, seguramente, problema adicional que o experiente plantel do S.L. Benfica não consiga ultrapassar.

” Nunca jogamos com eles e é uma equipa que conhecemos pouco, através de vídeos mas parece-nos uma equipa muito competitiva, que defende com muita agressividade e que na sua pista pode fazer muita pressão com o apoio dos adeptos”, analisou o treinador Mariano Ortega, em declarações à Benfica TV.

“Tal como todas as equipas que estão nas meias-finais temos 50 por cento de probabilidades de passar à Final. Temos muita vontade de dar uma alegria aos nossos adeptos que continuam aqui a apoiar-nos. Precisamos de fazer um bom jogo. A equipa está preparada para este jogo. Temos que fazer dois grandes jogos e estar muito concentrados. Numa competição europeia, ganhar o primeiro jogo não dá garantias” garantiu o técnico do SL Benfica, antes de partir para a Romênia.

Todas as informações sobre as competições europeias podem ser encontradas em www.eurohandball.com.

Patrocinadores