Portugal – Sérvia na final de Andebol das Universíadas de Verão

PUB

A Seleção Nacional Universitária (SNU) de Portugal terminou hoje a fase de grupos do torneio de andebol das Universíadas de Verão, que estão a decorrer em Gwasgju, na Correia do Sul, com uma vitória sobre o Brasil por 34-28. O primeiro lugar do grupo B já estava antecipadamente garantido mas a equipa de Rolando Freitas quis terminar em beleza e a vitória sobre o Brasil garantiu um percurso cem por cento imaculado nesta primeira fase.

Falta agora a final, a disputar amanhã (segunda-feira), a partir das 20 horas locais (12 horas em Portugal Continental). Pela frente, os portugueses vão ter a Sérvia, primeira classificada do grupo A, com os mesmos pontos (10) da Coreia, beneficiando do facto de ter vencido o jogo frente aos coreanos (33-30) para ser primeira do grupo. Passando em revista o percurso dos sérvios na primeira fase, refira-se que perderam apenas um jogo, diante da Rússia, terceira classificada do grupo A.

Regressando ao Portugal-Brasil de hoje, o jogo começou de forma equilibrada, com vários empates até ao 4-4. Depois, Portugal foi ganhando alguma vantagem graças a um parcial de 6-1, que levou o resultado de 7-6 a 13-7. O Brasil reagiu e respondeu com a mesma moeda. Um parcial de 1-5 levou o marcador de 14-8 a 15-13 mas, até ao intervalo, Portugal ainda conseguiu ampliar a vantagem para três golos (19-16).

O excelente reinício de Portugal (parcial de 8-1 a abrir a segunda parte) ‘matou’ definitivamente a partida. A vencer por 27-17, a equipa de Rolando Freitas precisou unicamente de gerir o tempo de jogo, terminando com mais uma vitória clara, por 34-28.

David Pinto foi o melhor marcador de Portugal, com seis golos (em oito remates), seguido de Hugo Santos, Pedro Sequeira e Fábio Antunes, todos com cinco golos.

No final da partida, e na habitual apreciação ao jogo, o seleccionador nacional referiu que “ganhámos bem, completando uma fase de grupos de bom nível”. Na partida de hoje, o seleccionador nacional esclarece que “a entrada no jogo frente ao Brasil não foi tão boa como o costume, já que nos mostrámos algo desconcentrados. Mas, rapidamente nos envolvemos no jogo que passámos a comandar”.

Na segunda parte, “Portugal vincou as diferenças, conseguindo defender melhor e utilizar o seu contra-ataque, que levou o marcador do jogo para diferenças perto dos 10 golos”. Depois, “algum relaxe final e uma reação do Brasil acabaram por tornar a diferença final mais curta”

Agora, só falta a final, a disputar amanhã.

“Vamos descansar e preparar-nos para o jogo da final, frente à Sérvia. É uma boa equipa. Seguramente, vai ser um bom jogo”, prevê Rolando Freitas.

Nos outros jogos do grupo a Suíça venceu a Hungria por 29-25 e Israel venceu o Japão por 30-27.

Terminada a fase de grupos, Portugal foi primeiro, com 10 pontos, seguido da Suíça, com sete. Israel foi terceiro, com cinco pontos, seguido de Brasil, quarto, e Hungria, quinto, ambos com quatro pontos. O Japão foi sexto, com zero pontos.

No grupo A, vitória da Sérvia, primeira com 10 pontos, os mesmos da Coreia do Sul, segunda. A Rússia foi terceira (9 pts.) e a Lituânia, quarta, com sete. Os três últimos lugares foram para Turquia (4); México (2) e Estados Unidos (0).

EURICO E IVAN DIRIGEM AMANHÃ O UCRANIA-CHINA

Eurico Nicolau e Ivan Caçador, a dupla de árbitros portuguesa que se encontra na Coreia do Sul, dirigiu hoje o Lituania-Turquia (27-24), jogo do grupo A.

Amanhã, último dia da competição, arbitram o Ucrania-China, jogo de atribuição dos sétimo e oitavo lugares do torneio feminino.

Todas as informações sobre a competição de Andebol nas Universíadas de Verão em http://www.gwangju2015.com.

Patrocinadores