Champions League: vitória sofrida sobre o Tatran Presov mantém F.C. Porto na luta pelo apuramento

PUB

O Futebol Clube do Porto venceu esta noite o Tatran Presov por 24-25, em jogo da sétima jornada do grupo C da Champions League em Andebol. A equipa de Ricardo Costa saíu para o intervalo a vencer por 10-14, depois de uma primeira parte marcada pelo excelente desempenho defensivo e, já no segundo tempo, chegou a ter uma vantagem de sete golos (11-18) que não fazia prever o sofrimento dos instantes finais.

Os primeiros minutos do primeiro tempo foram de algum equilíbrio e o F.C. Porto – que até marcou primeiro – só conseguiu passar para a liderança do marcador aos 13 minutos (5-6). Mas, a partir daí, nunca mais a equipa da casa conseguiu incomodar os campeões de Portugal que, com uma defesa coesa e um bom entendimento com a segunda linha, foi ampliando a vantagem. Foi Ricardo Moreira que, depois de um parcial de 4-0 em cinco minutos, ampliou a diferença até aos quatro golos (6-10), altura em que o técnico do Presov se sentiu obrigado a solicitar o seu primeiro ‘time-out’. A defender muito bem, o FC Porto chegou a uma vantagem de seis golos (7-13), premitindo no entanto que nos minutos finais do primeiro tempo o Tatran Presov reduzisse até ao 10-14 que o marcador espelhava quando as equipas recolheram às cabinas.

O início da segunda parte, já com Miguel Martins em campo, parecia querer dizer que o F.C. Porto tinha a vitória assegurada quando chegou aos sete golos de vantagem (11-18). Só que, com o guarda-redes ucraniano Chupryna em excelente momento, o Tatran fez um parcial de 0-4, que levou a equipa de 13-19 a 17-19, aos 44 minutos de jogo.

Ricardo Costa solicitou um ‘time-out’, os portistas voltaram a ter três golos de diferença (18-21), naquele que foi o primeiro golo de Yoel Morales, aos 48 minutos, mas pouco depois , aos 52 minutos, o Presov colou-se ao F.C. Porto (20-21). Os oito minutos finais foram de grande emoção. A quatro minutos do fim o FC Porto vencia por 21-23, Ricardo Costa pediu um ‘time-out’ e, já dentro do minuto final, o Tatran Presov empatou a 24 golos.

E foi já em cima do apito final que, na sequência de um livre de nove metros, Gilberto Duarte fez o golo que deu os dois pontos ao F.C. Porto eveitando aquilo que poderia ser uma injustiça face ao decorrer do jogo – fosse o empate ou a derrota do F.C. Porto.

Com este resultado o FC Porto assume o segundo lugar, com 10 pontos, os mesmos que os espanhóis do La Rioja que, no entanto, têm menos um jogo.

O boletim de jogo pode ser consultado em anexo.

Todas as informações sobre as competições europeias podem ser encontradas em www.eurohandball.com/.

Patrocinadores