Madeira Sad vence 19ª Supertaça Seniores Femininos

PUB

O Pavilhão dos Desportos de Figueira de Castelo Rodrigo foi palco do primeiro jogo oficial de 2017/ 2018. Colégio de Gaia e Madeira Sad reencontraram-se da mesma forma que terminaram a última época, a disputar um título – a Supertaça Seniores Femininos.

Momentos antes do início do jogo, houve espaço a uma troca de lembranças às equipas, feitas pelo Presidente da autarquia de Figueira de Castelo Rodrigo, Paulo Langrouva.

Paula Marisa Castro começou com Carolina Monteiro, Sandra Santiago, Patrícia Lima, Ana Gante, Patrícia Resende, Helena Soares e Jéssica Ferreira, na baliza no sete inicial do Colégio de Gaia, enquanto Sandra Fernandes começou o jogo com Anais Gouveia, Márcia Abreu, Renata Tavares, Mónica Soares, Cláudia Vieira, Sara Gonçalves e Isabel Góis, na equipa inicial do Madeira Sad.

Helena Soares inaugurou o marcador para o Colégio de Gaia, mas aos dez minutos o comando do marcador pertencia à equipa madeirense (1-4), num início de jogo com poucos golos, resultado das dificuldades ofensivas de ambas as partes. Com onze minutos decorridos e a perder 1-5, Paula Castro solicitou o primeiro “time-out”, ao qual se seguiram três golos sem resposta do Colégio de Gaia, que assim reduziu até à diferença mínima (4-5), aos 15 minutos. Depois de nova paragem de tempo, desta feita a pedido de Sandra Fernandes, o conjunto madeirense também respondeu como esperado e voltou a adiantar-se no marcador: 4-8. Até ao intervalo, o Colégio de Gaia voltou a aproximar o resultado, mas saiu para intervalo a perder 6-8.

O jogo retomou com as comandadas de Paula Castro a repor a igualdade a 9 golos, com cinco minutos jogados. O Colégio de Gaia esteve no comando do marcador (11-10), mas a equipa madeirense conseguiu nova reviravolta no marcador (11-15), à entrada dos dez minutos finais, vantagem que, nos minutos finais, ainda se dilatou e o Madeira Sad venceu por 16-21.

“É com enorme satisfação que nós ganhamos este título, tem sido muito difícil ganhar à excelente equipa do Colégio de Gaia e finalmente, numa final, conseguimos”, começou por dizer Sandra Fernandes. “A minha equipa está de parabéns porque, principalmente em termos defensivos, trabalhamos muito e realmente conseguimos anular as peças mais fortes do Colégio de Gaia. Esta conquista é merecida, é a 19º Supertaça consecutiva para a região autónoma da Madeira, estou muito feliz e tenho de dar os parabéns às minhas atletas, porque elas foram mais uma vez extraordinárias”, destacou a treinadora do Madeira Sad.

Por sua vez, Paula Castro começou por referir que “foi um jogo de início de época, nitidamente, com dificuldades da nossa parte no ataque. Defensivamente até fomos fazendo as trocas bem feitas, mas em relação ao ataque, tivemos mais dificuldades, muitos maus passes e falhas técnicas e elas, com alguma experiência que têm, foram resolvendo, também com algumas dificuldades no início. Depois na segunda parte, conseguimos recuperar, passar para a frente, mas depois quebramos novamente e isso permitiu que elas vencessem e com todo o mérito. Deixo aqui os parabéns para a equipa adversária”, disse a treinadora do Colégio de Gaia.

Uma troca de lembranças entre o Presidente do Município, Paulo Langrouva e o Presidente da Federação de Andebol de Portugal, Miguel Laranjeiro, marcou o início da cerimónia de entrega de prémios. Os dois Presidentes fizeram, ainda, a entrega das medalhas e da Taça à equipa vencedora, Madeira Sad.

As medalhas e a Taça da finalista vencida, Colégio de Gaia, foram entregues por Nelson Bolota, Vice Presidente do município de Figueira de Castelo Rodrigo e Ricardo Andorinho, Vice Presidente da Federação de Andebol de Portugal.

António Marreiros, Presidente do Conselho de Arbitragem da FAP, entregou medalhas de participação à equipa de arbitragem presente na Supertaça Seniores Femininos.

Filipa Correia foi a melhor marcadora da partida, com 7 golos. O boletim de jogo está disponível para consulta no Portal da FAP, em Competições – Competições Nacionais.

Patrocinadores