Campeonato Andebol 1: Boa Hora com vitória tangencial sobre o AC Fafe

PUB

No Dragão Caixa, o FC Porto ganhou ao AM Madeira A. Sad por 32-21, num jogo com duas partes distintas. A equipa madeirense até entrou a ganhar (2-4). O conjunto orientado por Lars Walther chegou, pela primeira vez, à vantagem, aos 11 minutos (6-5) e a partida manteve-se muito disputada e com sucessivos empates. Com 17 minutos jogados, a equipa de Paulo Fidalgo conseguiu chamar a si, novamente, a liderança da partida (8-9), o que levou o ténico portista a pedir um time-out e, com efeito, nos dez minutos antes do intervalo, o FC Porto recuperou o comando e já foi para intervalo a ganhar por 16-11. No segundo tempo, porém, a equipa da casa assumiu o controlo da partida e impôs o ritmo de jogo e o AM Madeira A. Sad, que já não conseguiu recuperar, seguiu em desvantagem até ao final da partida. Miguel Martins, com 7 golos, foi o melhor marcador da partida.

O Boa Hora FC/ROFF recebeu e venceu o AC Fafe pela diferença mínima, 28-27. Em Lisboa, entrou melhor a equipa de Luís Santana, mas a formação de Luís Silva depressa voltou a equilibrar as contas. Os empates dominaram o marcador e, já nos dez minutos finais, o AC Fafe esteve pela primeira vez em vantagem (11-13), mas a equipa da casa recuperou e, ao intervalo, o resultado era 16-16. As duas formações mantiveram o ritmo de jogo, ao longo de toda a segunda parte; o Fafe retomou a partida a recuperar a liderança, mas o Boa Hora FC/ROFF reagiu e voltou a equilibrar as contas. O golo que deu a vitória ao Boa Hora FC/ROFF foi marcado já no último minuto de jogo, por Uros Markovic. Com 8 golos cada, Rui Barreto (Boa Hora FC/ROFF) e Nuno Fernandes (AC Fafe) foram os melhores marcadores da partida.

O Sporting CP confirmou o favoritismo no jogo em casa com o CD Xico Andebol. Depois do equilíbrio nos primeiros minutos, em que a equipa vimaranense até chegou a estar na frente do marcador (2-3), os comandados de Hugo Canela deram a volta ao resultado e assumiram o comando do jogo e do marcador. Ao intervalo, o Sporting CP já ganhava por 18-11; na segunda parte, o Xico Andebol não teve melhores argumentos para discutir o resultado e a equipa da casa dilatou a diferença até aos 39-24 finais. Bruno Landim (CDXA), com 11 golos, foi o melhor marcador no Pavilhão João Rocha.

Também o ABC/UMinho não deixou escapar os três pontos da jornada, ao vencer por 20-32 na deslocação ao recinto do CD S. Bernardo. A equipa de Jorge Rito entrou a ganhar (1-5), mas o S. Bernardo reagiu e deu a volta ao resultado e, a meio da primeira parte, ganhava por 8-7. No entanto, a formação bracarense recuperou, novamente, o comando do marcador e já foi para o intervalo na liderança, 10-15. No segundo tempo, a equipa da casa já não conseguiu voltar a equilibrar o resultado e o ABC/UMinho foi consolidando a vantagem até ao final da partida. Com 5 golos cada, Delcio Pina e Tomás Albuquerque (ABC/UMInho) foram os melhores marcadores.

No Municipal da Maia, o CF Belenenses venceu o ADA Maia-Ismai. A equipa de Rui Silva entrou melhor no jogo e manteve uma ligeira vantagem até aos 25 minutos, altura em que a equipa de João Florêncio passou para a frente do marcador e já foi para o intervalo a ganhar 12-14. A equipa do Restelo conseguiu segurar a vantagem, no decorrer da segunda parte e já não permitiu a recuperação da equipa da casa, que perdeu por 23-26. Nelson Pina (CFB) foi o melhor marcador, com 8 golos.

Num jogo muito disputado, que só se resolveu nos dez minutos finais, o SL Benfica venceu o Águas Santas Milaneza por 33-28. A equipa orientada por Rolando Freitas entrou melhor no jogo (1-3), mas os encarnados depressa repuseram a igualdade. Os empates repetiram-se até ao minuto 18, altura em que Alexandre Cavalcanti deu a primeira vantagem ao Benfica. O Águas Santas Milaneza ainda voltou a igualar as contas, mas nos três minutos finais a formação da casa voltou a ganhar vantagem e foi para o intervalo a ganhar 18-16. Com sete minutos decorridos no segundo tempo, o Águas Santas Milaneza assinalou um parcial de 0-4 e deu a volta ao resultado (20-22), o que levou Carlos Resende a parar o tempo, mas só a meio da segunda parte o Benfica voltou a equilibrar as contas (24-24). A 12 minutos do fim, os encarnados voltaram a assumir o comando do marcador e, até ao final da partida, o Águas Santas Milaneza já não conseguiu encontrar facilidades no caminho até à baliza adversária e não conseguiu evitar a derrota. Paulo Moreno (SLB), com 9 golos, foi o melhor marcador da partida.

Em Braga, o AA Avanca conseguiu vencer pela diferença mínima. Melhor início de jogo para os comandados de Carlos Martingo, que se adiantaram no marcador logo nos primeiros minutos e seguraram a vantagem durante os primeiros quinze minutos, altura em que o Arsenal C. Devesa chegou ao empate (8-8). O jogo seguiu equilibrado e a equipa da casa conseguiu dar a volta ao resultado (13-9) e foi para o descanso a ganhar 13-11. Depois do Avanca ter igualado a 15 golos, nos primeiros minutos da segunda parte, a formação sob comando de Domingos Nunes manteve a liderança (24-20) até aos 52 minutos, altura em que a equipa aveirense, com cinco golos sem resposta, voltou a passar para a frente do marcador (24-25). As duas equipas ainda empataram a 27 e 28 golos e, a dois minutos do fim, Nuno Carvalho fechou as contas com o golo que deu a vitória ao Avanca, por 28-29. Jenilson Monteiro (AAA) foi o melhor marcador, com 9 golos.

Campeonato Andebol 1 – 15ª jornada – 09.12.17

16h00 – Boa Hora FC/ROFF : AC Fafe, 28-27 (16-16)
18h00 – Sporting CP : CD Xico Andebol, 39-24 (18-11)
18h00 – CD S. Bernardo : ABC/UMinho, 20-32 (10-15)
18h00 – FC Porto : AM Madeira A. Sad, 32-21 (16-11)
19h00 – ADA Maia-Ismai : CF Belenenses, 23-26 (12-14)
20h30 – SL Benfica : Águas Santas Milaneza, 33-28 (18-16)
21h00 – Arsenal C. Devesa : AA Avanca, 28-29 (13-11)

Acompanha-nos através do Facebook Oficial, Instagram ou Twitter.

Patrocinadores