EHF Champions League: FC Porto sai derrotado na Dinamarca frente ao GOG

PUB

Comandados de Carlos Resende com várias ausências não conseguiram somar pontos; Orlen Wisla Plock vence RK Celje Pivovarna Laško e persegue azuis e brancos.

7 Inicial: Diogo Rêma Marques, Pedro Oliveira, Nikolaj Laeso, Rui Silva, Ignácio Plaza, Jakob Mikkelsen e António Llamazares

O FC Porto entrou em campo na Jyske Bank Arena, em Odense (Dinamarca) para enfrentar o GOG, sabendo que o Orlen Wisla Plock tinha vencido o RK Celje Pivovarna Laško, somando assim mais dois pontos na classificação e mantendo-se na perseguição ao sexto lugar ocupado pelos azuis e brancos.

Os comandados de Carlos Resende entraram em campo com sete baixas – Daymaro Salina, Fábio Magalhães, Diogo Branquinho, David Fernandez, Nikola Mitrevski – a juntar a Victor Iturriza e Vasco Costa (lesionados); assim, os dinamarqueses adiantaram-se no marcador, com um parcial de 2-0, mas na conversão de um livre de 7 metros – o especialista – António Areia, foi feliz.

Do outro lado, Oskar Rasmussen também foi feliz ao executar o 5-1 e, apesar de um golo de Rui Silva, o GOG chegou rapidamente aos 9-2, forçando Carlos Resende a para o encontro. Os dragões não saíram bem da paragem e quem marcou foi, novamente, Rasmussen, para os nórdicos. Os azuis e brancos mantiveram um desacerto no ataque e demoraram largos minutos a marcar o sexto golo (13-6).

Nos últimos 10 minutos, da primeira metade, manteve-se a toada dinamarquesa com 68% de eficácia no ataque contra 38% dos portugueses e, mesmo assim, Mikkel Frederiksen, técnico que comanda os destinos do GOG, colocou o seu time-out na mesa e a equipa da casa recolheu aos balneários com oito golos de vantagem.

Intervalo: 20-12

Na segunda metade, os azuis e brancos entraram determinados em reduzir a diferença e, um parcial de 3-0, finalizado por Ignácio Plaza, colocou o FC Porto com 20-15 no placar. O encontro seguiu com golo cá, golo lá, e Nikolaj Laeso estabeleceu a diferença de quatro golos (22-18), o que não acontecia desde bem cedo na partida.

Novo parcial de 3-0, desta vez do lado nórdico, voltou a catapultar o resultado para números mais distantes (28-20), obrigando Carlos Resende a parar o encontro novamente. O FC Porto ainda tentou ripostar mas o GOG manteve o comando do encontro e vencia por seis à chegada dos últimos 10 minutos.

A formação portuguesa continuou a apresentar problemas na finalização – à qual se adicionou a exibição de Tobias Thulin, na baliza do GOG – e acabou por averbar uma derrota.

Resultado Final: 35-27
Top Player:
Tobias Thulin – 22 defesas (45% de eficácia)

EHF Champions League – Grupo B
1ª Jornada
14.09.2023 – 19h45 – FC Porto x Orlen Wisla Plock, 24-23 (11-13)
2ª Jornada
20.09.2023 – 17h45 – RK Celje Pivovarna Laško x FC Porto29-30 (16-9)
3ª Jornada
28.09.2023 – 17h45 – FC Porto x FC Barcelona, 30-38 (15-19)
4ª Jornada
11.10.2023 – 17h45 – Telekom Veszprém HC x FC Porto, 44-34 (22-16)
5ª Jornada
19.10.2023 – 19h45 – SC Magdeburg x FC Porto, 37-33 (18-17)
6ª Jornada
26.10.2023 – 19h45 – FC Porto x GOG, 32-31 (15-21)
7ª Jornada
14.11.2023 – 19h45 – Montpellier HB x FC Porto, 35-24 (18-13)
8ª Jornada
23.11.2023 – 19h45 – FC Porto x Montpellier HB25-29 (13-13)
9ª Jornada
29.11.2023 – 19h45 – GOG x FC Porto, 35-27 (20-12)

Patrocinadores Institucionais