Campeonato 1ª Divisão Feminina: ADA São Pedro do Sul vence e isola-se no 3.º lugar

PUB

Triunfo convincente na receção ao Colégio de Gaia Toyota faz a turma de Alexandre Monteiro descolar do rival; SL Benfica, Madeira SAD e CJ Almeida Garrett vencem nos respetivos redutos; CDE Gil Eanes regressa aos triunfos em Leiria.

Este sábado jogou-se na íntegra a Ronda 14 do Campeonato 1ª Divisão Feminina, em que houve apenas um triunfo fora de portas. No Jogo da Semana foi o ADA São Pedro do Sul a superiorizar-se ao Colégio de Gaia Toyota, por larga margem (31-21), para desatar o nó (tinham ambas 30 pontos antes do início da jornada) e agarrar de forma isolada o último lugar do pódio, bem como vingar o resultado da primeira volta (31-29), em Vila Nova de Gaia.

Após quatro derrotas consecutivas para o campeonato, o CDE Gil Eanes voltou a sorrir ao vencer a Juve Lis, fora de portas, por 22-34. As algarvias, que contaram com a inspiração de Carmen Figueiredo (melhor marcadora, com 10 golos marcados) praticamente sentenciaram o jogo na primeira parte, tendo conseguido alcançar sete golos à maior (10-17). A turma orientada por Sofia Osório não abandonou, ainda assim, o 8.º lugar, mas ganhou terreno ao rival de Leiria e aproximou-se do SIR 1º de Maio CJB, que perdeu nesta jornada com o CJ Almeida Garrett.

A formação de Vila Nova de Gaia foi até à Marinha Grande vencer por 28-25, e fez-se valer de uma primeira parte bem conseguida que terminou com o marcador em 15-11. Na etapa complementar, o jogo foi mais equilibrado mas o SIR 1º de Maio CJB não conseguiu reverter o rumo do jogo e falhou, assim, a terceira vitória consecutiva.

O SL Benfica derrotou o ABC UMinho, em casa, por 41-30 e vai continuar na liderança da prova. As minhotas deram luta na primeira parte e lideraram o marcador durante mais de 15 minutos, antes das Campeãs Nacionais dispararem no marcador e recolherem aos balneários com seis golos à maior (23-17). Na segunda metade, o SL Benfica não perdeu o controlo do jogo e confirmou o triunfo, com a preciosa ajuda de Constança Sequeira, autora de nove golos. No entanto, foi Naíde Gonçalves a principal figura do encontro, apesar da derrota do ABC UMinho, uma vez que assinou quase metade dos golos bracarenses (14) para cimentar a liderança da lista de artilheiras do campeonato – agora com 132.

Madeira SAD e ARC Alpendorada Heavy OJP foram as primeiras equipas a entrar em campo, no Funchal, em jogo de sentido único que terminou em 40-18 para a turma de António Florido que, ao intervalo, já vencia por 18-12. Neide Duarte foi a melhor marcadora do encontro com oito golos marcados. Este domingo as insultares voltam a jogar, desta vez em Leiria, contra a Juve Lis, em duelo em atraso referente à Ronda 12 – transmissão em direto na andeboltv a partir das 17h00.

ADA São Pedro do Sul – Colégio de Gaia Toyota

A turma de Alexandre Monteiro não podia ter entrado melhor: um parcial de 4-0, com quatro marcadoras diferentes, levou Paula Maria Castro, treinadora do Colégio de Gaia Toyota, a pedir o primeiro time-out do encontro, aos seis minutos.

Depois da paragem madrugadora, Filipa costa assinou o primeiro golo da equipa visitante e deu início a um parcial de 1-3, que reduziu a diferença para dois golos (5-3). 

Aos 11 minutos, o Colégio de Gaia Toyota conseguiu aproximar-se ainda mais, para o mínimo (6-5), mas logo de seguida sofreu a primeira exclusão da partida.

Seguiu-se um período de menor concentração de parte a parte, com vários ataques desperdiçados, já depois da ADA São Pedro do Sul ter voltado aos três golos de vantagem (9-6), impulsionada pela jovem claque presente nas bancadas.

O jogo continuou com esse padrão, em que o emblema de Vila Nova de Gaia ganhava terreno mas não chegava ao empate e a equipa da casa voltava a fugir, mas nunca para lá do patamar dos três golos. Assim foi até aos 23 minutos, quando Jesiney Clementina apontou o 13-9 e deu uns inéditos quatro golos à maior à Academia.

O Colégio de Gaia Toyota perdeu força e viu a diferença ser aumentada ainda mais, pouco depois (14-9). A primeira parte não terminou sem que houvesse uma exclusão para o lado caseiro que, no entanto, não teve consequências no rumo do jogo. Pelo contrário, a ADA São Pedro do Sul ainda ganhou mais uns metros no marcador até ao descanso (16-10).

Intervalo: 16-11

Na segunda parte, o Colégio de Gaia Toyota manteve o 5:1 defensivo mas o jogo era a ADA São Pedro do Sul a preservar confortavelmente uma vantagem que cedo se transformou em sete golos e que nunca oscilou muito longe disso. Aos 46 minutos, Alexandre Monteiro pediu time-out, numa altura em que a equipa da casa vencia por 23-17.

Em cima dos 50 minutos, a angolana Catarina Sucacuexe marcou o 26-18 e deu, pela primeira vez, oito golos de vantagem à equipa de São Pedro do Sul. Para que a vantagem se tivesse mantido segura até então valeu também a contribuição da guarda-redes Audília Carlos. A lateral e internacional lusa, Mónica Soares, que se encaminhava para ser a melhor marcadora do encontro, assinou o nono golo da conta pessoal, pouco depois, e desbloqueou o patamar redondo dos 10 golos de vantagem (28-18), numa fase em que o Colégio de Gaia Toyota já tinha esgotado os principais recursos.

Mónica Soares foi mesmo a melhor marcadora, à frente de Diana Oliveira, que assinou oito.

Resultado Final: 31-21

Calendário – Campeonato 1ª Divisão Feminina
Fase Regular – 14ª Jornada
27.01.2024 – 13h30 – Madeira SAD x ARC Alpendorada Heavy OJP, 40-18 (18-12)
27.01.2024 – 15h00 – SL Benfica x ABC UMinho, 41-30 (23-17)
27.01.2024 – 17h15 – Juve Lis x CDE Gil Eanes22-34 (10-17)
27.02.2024 – 18h00 – CJ Almeida Garrett x SIR 1º de Maio CJB, 28-25 (15-11)
27.01.2024 – 18h30 – ADA São Pedro do Sul x Colégio de Gaia Toyota, 31-21 (16-11)

Fase Regular – 12ª Jornada
28.01.2024 – 17h00 – Juve Lis x Madeira SAD, andeboltv

Patrocinadores Institucionais