EHF Euro 2024: O reencontro com a Chéquia e o Main Round mais perto

PUB

Heróis do Mar procuram a segunda vitória no Grupo F frente a uma seleção checa que se estreou com derrota diante da poderosa Dinamarca; Portugal x Chéquia arranca às 17h00 deste sábado – transmissão em direto na RTP 2.

Um dia depois da estreia no EHF Euro 2024, o cenário é profundamente favorável a Portugal, não só pelo facto de ter entrado a vencer diante da Grécia (31-24), mas por ter visto a Chéquia perder diante da tri-Campeã do Mundo, Dinamarca (23-14), sendo os checos os próximos no caminho dos Heróis do Mar. Quer isto dizer que, em caso de vitória no jogo da segunda jornada do Grupo F, marcado para este sábado, às 17h00 (transmissão em direto na RTP 2), – e caso a Dinamarca justifique o profundo favoritismo e derrote a estreante Grécia – Portugal garante o bilhete dourado para o Main Round, cumprindo o primeiro grande objetivo nesta competição. Pela frente, e novamente no Olympiahalle, em Munique, os Lusos terão um adversário com vários pontos em comum e que já não viam do outro lado do campo há 15 anos.

Das outras três seleções do Grupo F, a Chéquia é a que Portugal mais vezes defrontou no passado: onze! A primeira em 1990 e a última em 2009. Mas primeiro olhemos para o contexto atual e para a armada daquela seleção da Europa central que vai defrontar os Heróis do Mar. O lateral-esquerdo Matej Klima, de 24 anos, melhor marcador checo nos Qualifiers, com 35 golos, já se assumiu como uma das principais figuras desta seleção, que continua, no entanto, a contar com o experiente guarda-redes Tomas Mrkva (THW Kiel) e com atletas como Jakub Hrstka (Dessau-Roßlauer HV 06) ou Tomás Babák (Bergischer HC). O lateral-direito Stanislav Kasparek (Dinamo Bucuresti) é outro dos artilheiros de serviço que, a par de vários outros atletas, cumprem a quarta presença consecutiva em Europeus. O espanhol Xavier Sabaté assumiu o cargo de selecionador em 2022 e ficou incumbido de dar um novo rumo a uma seleção checa que se prepara para atravessar uma natural mudança geracional.

Curiosamente, o 6.º lugar é a melhor classificação alguma vez obtida quer por Portugal (2020), quer pela Chéquia (1996 e 2018). A Chéquia garantiu a 12ª presença em Europeus na história, ao terminar em segundo lugar do Grupo 3 dos Qualifiers.

Joaquim Nazaré, atleta da Seleção Nacional, lançou esta partida, muito importante para as aspirações portuguesas:

“Este jogo irá ter um grau de dificuldade muito maior do que o da primeira jornada, sabemos que não poderemos entrar da mesma forma, temos que jogar da mesma maneira do que na segunda parte frente à Grécia. Teremos que entrar focados, sem medo, sabemos que temos qualidade para ganhar este jogo e, penso que, iremos obter a vitória.”

Velhos conhecidos desencontrados

Por onze vezes, Portugal e Chéquia mediram forças no passado, todas elas no século XXI, à exceção da primeira, que aconteceu em 1990. Nesse então inédito duelo, os checos levaram a melhor, por 28-24, a contar para o Grupo C do Campeonato do Mundo, realizado no Japão. Seguiram-se 10 jogos e apenas dois em Fases Finais: em 2001, no Mundial desse ano que decorreu em França, Portugal venceu de forma clara, por 29-19; e no seguinte, a contar para o Europeu de 2002, em Gotemburgo (Suécia), foram os checos a sorrir após triunfarem por 29-27, no Main Round da competição. Portugal terminaria em 9.º lugar, a Chéquia em oitavo.

Restam oito jogos, quatro deles referentes aos Play-Offs de acesso aos Campeonatos do Mundo de 2001 e 2005. No primeiro, Portugal perdeu em Plzeň por 19-15, mas venceu em Viseu por 27-22; e na segunda, esta de má memória, Portugal até venceu em Caminha por 28-21, a 30 de maio de 2004, mas a Chéquia acabou por tirar Portugal do Mundial ao vencer em Brno por 33-25, uma semana depois.

A Seleção Nacional ‘vingou-se’ pouco mais de um ano depois, quando as duas seleções voltaram a encontrar-se e só uma poderia garantir presença para o Europeu de 2006, organizado pela Suíça. Foi Portugal. Os Lusos até perderam em Brno por 28-27, a 12 de junho de 2005, mas selaram a qualificação com chave de ouro na semana seguinte, no Entroncamento, ao vencerem por 32-24.

Por fim, em junho de 2009, voltou a ser a Chéquia a arruinar as aspirações de Portugal figurar no Europeu de 2010, na Áustria. Desta vez a contar para o Grupo 6 dos Qualifiers, onde também estavam França, Letónia e Luxemburgo e em que os poderosos gauleses (posteriormente vencedores desse Europeu) agarraram o primeiro lugar. Na disputa pelo segundo posto, uma derrota em Plzeň por 30-26 complicou as contas Portugal, que até venceu, mais tarde, em Fafe, por 31-28, mas o pior cenário haveria de se confirmar.

15 anos depois, com outros intervenientes e num contexto completamente diferente, Portugal e Chéquia voltam a medir forças e espera-se que seja um duelo emocionante e intenso até ao final.

Men’s EHF Euro 2024
Calendário – Grupo F
11.01.2024 – 17h00 – Portugal x Grécia, 31-24 (18-14)
13.01.2024 – 17h00 – Chéquia x Portugal, RTP2
15.01.2024 – 19h30 – Dinamarca x Portugal, RTP2

 Para consultar o horário completo do EHF Euro 2024 basta clicar aqui. Todos os encontros de Portugal serão transmitidos em direto na RTP 2.

Men’s EHF Euro 2024

De 10 a 28 de janeiro de 2024, todos os caminhos vão dar à Alemanha para os fãs de andebol de todo o mundo, com 17 dias de competição coloridos e dinâmicos, preenchidos com 65 jogos. A Alemanha acolhe orgulhosamente a primeira edição de um EHF Euro com 24 equipas a decorrer num único país.

A Merkur Spiel-Arena em Düsseldorf, bateu um recorde de mais de 50.000 espectadores num jogo de andebol no dia 10 de janeiro, no encontro inaugural do EHF Euro 2024 entre França e Macedónia do Norte e, ainda, no frente a frente entre a anfitriã Alemanha e Suíça. Além da Merkur Spiel-Arena, os adeptos do andebol poderão assistir aos jogos do EHF Euro 2024 na Mercedes-Benz Arena de Berlim (14.800 espectadores), na Barclaycard Arena de Hamburgo (13.300), na SAP Arena de Mannheim (13.200), no Olympiahalle de Munique (12.150) e na “Catedral do Andebol” – Lanxess Arena – em Colónia, tradicional palco da Final Four da EHF Men’s Champions League, com capacidade para 18.500 espectadores.

Em paralelo com o Campeonato da Europa, a Federação Europeia de Andebol anunciou o lançamento da primeira Convenção sobre o andebol de base, em Munique, no dia 14 de janeiro e pode encontrar todas as informações aqui.

Patrocinadores Institucionais