Campeonato 1ª Divisão Feminina: ADA São Pedro do Sul triunfa em Gaia em jornada com surpresas

PUB

Equipa orientada por Alexandre Monteiro derrotou o CJ Almeida Garrett por 24-27 no Jogo da Semana; CDE Gil Eanes e Madeira SAD triunfam fora de portas; ARC Alpendorada Heavy OJP rouba pontos ao Colégio de Gaia Toyota; SL Benfica volta a sorrir.

A Ronda 17 do Campeonato 1ª Divisão Feminina começou às 15h00, em Braga, e o último duelo arrancou às 20h30, na Luz. Apenas o SL Benfica triunfou em casa, no último jogo do dia, houve três deslocações vitoriosas e ainda uma surpresa em Vila Nova de Gaia.

O CDE Gil Eanes foi até Braga derrotar o ABC UMinho, por 18-27, e conquistar a sétima vitória na prova. As comandadas de Sofia Osório até saíram para o intervalo a perder por 13-9 mas transcenderam-se na etapa complementar e mudaram por completo o rumo do jogo, tendo sofrido apenas cinco golos, a contrastar com os 18 marcados nesse período. Num duelo paralelo entre as duas melares marcadoras do Campeonato 1ª Divisão Feminina (e deste jogo), Naíde Gonçalves e Carmen Figueiredo, venceu a algarvia: 12 vs 8. Apesar do triunfo esperançoso, o CDE Gil Eanes vê agora o Grupo A da Fase Final ficar mais longe, face à derrota do CJ Almeida Garrett esta tarde, em São Pedro do Sul.

A maior surpresa aconteceu em Vila Nova de Gaia, com o último classificado, ARC Alpendorada Heavy OJP, a conquistar os primeiros dois pontos de uma assentada após 16 derrotas seguidas. 25-25 foi o resultado final entre o Colégio de Gaia Toyota e a equipa de Alpendorada, num jogo em que as favoritas gaienses até saíram em desvantagem para o intervalo (10-12). Francisca Pinheiro, terceira melhor marcadora do Campeonato 1ª Divisão Feminina, foi decisiva com oito golos marcados.

O Madeira SAD somou a 16.ª vitória na prova, a sexta seguida desde a eliminação europeia, na deslocação até à Marinha Grande, diante do SIR 1º de Maio CJB, por 20-29. Ao intervalo, as comandadas de António Florido lideravam o marcador por 9-14 e apesar de um ligeiro crescimento da turma da casa, os três pontos viajaram mesmo para o Funchal. Joana Oliveira, do SIR 1º de Maio CJB, foi a melhor marcadora do encontro, com oito golos.

CJ Almeida Garrett – ADA São Pedro do Sul

O Jogo da Semana prometeu e cumpriu. Um grande duelo entre duas equipas confiantes que estão a fazer campanhas sólidas, terminou com um triunfo das forasteiras por 24-27, que reforçou ainda mais o 3.º lugar face ao deslize do perseguidor direto, Colégio de Gaia Toyota. Já a equipa de Vila Nova de Gaia perdeu terreno mas continua no 6.º lugar já com bilhete para o Grupo A da Fase Final.

A equipa da casa começou melhor, com um parcial de 2-0 e foi Jesiney Clementina a abrir o ativo para a ADA São Pedro do Sul, aos cinco minutos (2-1). Logo após o 3-1, apontado pela pivô Sofia Ferreira, apareceu primeira exclusão da partida, para as forasteiras.

Aos 8 minutos, o CJ Almeida Garrett chegou ao 4-1 – o último golo apontado em situação de superioridade numérica – e, no minuto seguinte, foi a vez de Rafaela Vieira dar à formação gaiense uns inéditos quatro golos à maior (5-1). Após 11 minutos decorridos, e com o marcador em 6-2, Alexandre Monteiro, treinador da ADA São Pedro do Sul, pediu o primeiro time-out da partida.

Até aos 20 minutos, altura em que o CJ Almeida Garrett voltou a ficar reduzido a menos uma atleta em campo, o jogo foi de ‘parada e resposta’, com a guardiã Rita Lello a assumir algum protagonismo até então, mas, dois minutos depois, a ADA São Pedro do Sul conseguiu reduzir para dois golos (9-7) e ganhar a confiança que procurava para ir em busca do empate. Ora, tal aconteceu mesmo aos 26 minutos, o que levou o treinador do CJ Almeida Garrett, Luís Santos, a pedir time-out.

Depois da paragem, Mornesa Alfredo Tenda colocou a ADA São Pedro do Sul de forma inédita no comando do marcador (9-10) e foi com tudo a zeros que a buzina soou para trazer o fim da primeira parte.

Intervalo: 10-10

No arranque da segunda metade, a armada de São Pedro do Sul voltou à liderança e passou a comandar o marcador, sempre pela margem mínima, com o CJ Almeida Garrett a conseguir equilibrar as contas mesmo com exclusões sucessivas. As gaienses souberam sofrer e, com a ajuda da guarda-redes Rita Lello, consumou a reviravolta (17-16), aos 45 minutos, pela mão da jovem internacional lusa Luana Jesus. Alexandre Montero pediu time-out.

A vantagem caseira durou cerca de três minutos e, depois de ter voltado à liderança (18-19), a ADA São Pedro do Sul não voltou a tremer e acabaria por confirmar a conquista dos três pontos. Ainda antes do final, o 19-21 e o 19-22, ambos apontados por Mornesa Alfredo Tenda no minutos 53’ vieram confirmar o desfecho feliz para as visitantes.

O CJ Almeida Garrett arriscou tudo na reta final mas não evitou o terceiro jogo consecutivo sem vencer. Já para a ADA São Pedro do Sul, esta foi a sexta vitória seguida na prova, com a contribuição preciosa da melhor marcador do encontro, Mornesa Alfredo Tenda.

Resultado Final: 24-27

A fechar a Ronda 17, o SL Benfica recebeu e bateu a Juve Lis e somou a segunda vitória consecutiva, depois do surpreendente empate com o CJ Almeida Garrett, para continuar a ‘morder os calcanhares’ do líder, Madeira SAD. As Campeãs Nacionais construíram a vitória ainda na primeira parte, tendo alcançado 10 golos à maior ao intervalo (22-12) e limitaram-se a gerir o rumo do jogo de forma tranquila nos segundos 30 minutos, apesar de um ligeiro crescimento da formação de Leiria, que falhou assim a conquista do terceiro e inédito triunfo seguido no campeonato.

Calendário – Campeonato 1ª Divisão Feminina
Fase Regular – 17ª Jornada
17.02.2024 – 15h00 – ABC UMinho x CDE Gil Eanes18-27 (13-9)
17.02.2024 – 16h00 – SIR 1º de Maio CJB x Madeira SAD20-29 (9-14)
17.02.2024 – 16h15 – Colégio de Gaia Toyota x ARC Alpendorada Heavy OJP, 25-25 (10-12)
17.02.2024 – 18h30 – CJ Almeida Garrett x ADA São Pedro do Sul24-27 (10-10)
17.02.2024 – 20h30 – SL Benfica x Juve Lis, 42-26 (22-12)

Patrocinadores Institucionais