Campeonato Placard Andebol 1: ABC UMinho impõe nova derrota ao FC Porto

PUB

Bracarenses vencem Dragões, sete anos depois e estão mais perto de garantir presença no Grupo A para a 2.ª Fase.

A Ronda 19 do Campeonato Placard Andebol 1 chegou ao fim com o encontro entre FC Porto (2.º) e ABC UMinho (4.º) esta tarde de domingo, no Dragão Arena. O jogo entre Dragões e bracarenses começou a um ritmo lento, com o primeiro golo a surgir já para lá do terceiro minuto de jogo, a favor dos azuis e brancos, por António Martínez. Os minhotos responderam e foram causando algumas dificuldades ao ataque portista com o seu sistema defensivo 5:1. Com seis minutos jogados, o marcador assinalava uma igualdade a dois.

Seguiu-se um bom momento do FC Porto com Pedro Valdés a assumir o protagonismo a marcar, assistir e, ainda, no plano defensivo. Um parcial de 4-0, finalizado pelo lateral esquerdo cubano, obrigou Filipe Magalhães a pedir o primeiro time-out do encontro, à passagem do minuto 10′. Filipe Monteiro foi feliz na sequência (6-3) e, pouco mais tarde, à passagem do meio da primeira parte, José Rebelo concluiu com nota artística um parcial de 0-2 e reduziu a desvantagem (7-5).

Bastou um minuto para os azuis e brancos regressarem à maior diferença registada até então (9-5) com a assinatura do central Rui Silva. Na defesa, Diogo Rêma Marques brilhou mas do outro lado quem também o fez foi Humberto Gomes e impediu uma maior vantagem para os Dragões. O ABC UMinho aproveitou o bom momento defensivo e o ‘regressado’ André José fez gosto à mão, abrindo o ativo para um parcial positivo que resultou em apenas dois golos de diferença (9-7), levando Carlos Resende a parar o encontro a 10 minutos do descanso.

Nikolaj Læsø trouxe a lição estudada do tempo técnico, mas do outro lado o seu adversário direto – Vinícios ‘Pannda’ Carvalho – também se estreou na lista de marcadores (10-8). Humberto Gomes parou o segundo 7 metros do encontro, desta vez frente ao dinamarquês, e o lateral direito brasileiro voltou a ser feliz, reduzindo para a margem mínima. Os minhotos tiveram oportunidade para igualar, mas Diogo Rêma Marques negou o golo a Nuno Pando e o camisola 24 dos Dragões – António Martínez – ampliou para dois (11-9), à passagem do minuto 24′, diferença que se manteve até à saída para o descanso.

Intervalo: 14-12

Vinícios ‘Pannda’ Carvalho entrou na segunda parte a marcar e André José igualou o encontro a 14 – que não acontecia desde o 2-2. Depois de nova intervenção de Humberto Gomes, levando a melhor no frente-a-frente com o ponta direita Mamadou Dioucou, Carlos Martins bisou – em tempo de superioridade numérica bracarense – e deu dois golos de vantagem ao ABC UMinho (16-18).

Carlos Resende parou o encontro, a 20 minutos do término do encontro, mas os homens de Filipe Magalhães estavam moralizados – com ajuda dos adeptos presentes no Dragão Arena que se faziam ouvir no apoio aos de Braga – e, apesar de David Fernandez ter finalizado após time-out, seguiu-se um parcial de 0-4, que obrigou Carlos Resende a usar o seu último trunfo, com cinco golos para recuperar em pouco mais de 15 minutos.

O técnico do FC Porto usou o 7×6 como arma para desfeitear a defesa minhota e Rui Silva concretizou com sucesso, mas havia ainda mais uma muralha para ultrapassar: Humberto Gomes. Apesar das soluções ofensivas irem aparecendo, o guardião bracarense ia negando a recuperação dos Dragões e galvanizando os homens de Braga. André José reforçou os cinco golos de vantagem (19-24), mas os jovens Ricardo Brandão e Pedro Oliveira aproximaram o marcador (21-24) à entrada dos dez minutos finais e os Dragões voltaram a crescer.

Filipe Magalhães deu uso ao seu segundo cartão verde, mas os azuis e brancos continuaram a sua recuperação e Nikolaj Læsø desta vez levou a melhor da marca de castigo máximo e colocou o marcador na diferença mínima (26-27). Na sequência, apesar de em superioridade numérica, o ABC UMinho acusava alguma pressão mas Gonçalo Meireles resolveu o ataque com nota artística (26-28) a cinco minutos do final. Uma recuperação defensiva deu a oportunidade de Carlos Martins dilatar, perante a baliza vazia, que acabou por fazer (26-29) e Humberto Gomes vestiu a capa de herói na reta final e garantiu que os três pontos viajassem para a cidade de Braga.

Resultado Final: 28-32

O último triunfo do ABC UMinho diante dos Dragões remonta ao ano de 2017, mais precisamente a 3 de junho de 2017, em jogo das Meias Finais da Taça de Portugal (22-23). A contar para o Campeonato, os bracarenses não levavam a melhor deste 5 de abril do mesmo ano, por 30-28.

Com este triunfo, os homens de Filipe Magalhães aproximam ao top-3, com 45 pontos, ficando a quatro pontos de SL Benfica e cinco de FC Porto. O ABC UMinho está mais perto de garantir o Grupo A, assegurando uma vaga europeia, dado que Marítimo da Madeira Andebol SAD, que é quinto, tem quatro pontos para recuperar e Águas Santas Milaneza cinco.

Calendário – Campeonato Placard Andebol 1
Fase Regular – 19ª Jornada
24.02.2024 – 15h00 – FC Gaia Empril x Sporting CP23-36 (12-17)
24.02.2024 – 15h00 – Vitória SC x Marítimo Madeira Andebol SAD28-33 (15-16)
24.02.2024 – 18h00 – Artística de Avanca Bioria x Vitória FC, 33-25 (15-10)
24.02.2024 – 18h30 – Póvoa AC Bodegão Grupo CCR x CF Os Belenenses26-31 (11-14)
24.02.2024 – 19h00 – SL Benfica x Águas Santas Milaneza, 33-26 (16-15)
25.02.2024 – 15h00 – FC Porto x ABC UMinho28-32 (14-12)

Patrocinadores Institucionais