Taça de Portugal: SL Benfica só respirou em cima do apito final

PUB

ADA São Pedro do Sul dominou durante praticamente todo o encontro mas acabou por cair diante das Águias; CJ Almeida Garrett conquista presença histórica na Final Four; Madeira SAD e Colégio de Gaia Toyota são os outros semifinalistas.

Depois de uma tarde emocionante, ficaram conhecidas esta tarde as protagonistas do maior palco da Taça de Portugal Feminina, a Final Four – que terá lugar em Santo Tirso nos dias 1 e 2 de junho. Os grandes semifinalistas são Madeira SAD, SL Benfica, Colégio de Gaia Toyota e CJ Almeida Garrett.

ADA São Pedro do Sul – SL Benfica

A formação da ADA São Pedro do Sul entrou determinada em causar uma surpresa diante do ‘super favorito’ SL Benfica e viu Joana Teixeira carimbar um bom começo de jogo, com o 3-1… ainda as sampedrenses não adivinhavam o que daí vinha. À passagem do minuto 10′ a diferença entre os emblemas era de três golos (6-3) e João Florêncio não esperou mais para usar o primeiro time-out. Apesar da paragem, foram as comandadas de Alexandre Monteiro a sair melhor, primeiro com o 7-3 de Bruna Barbosa e, já perto dos 20 minutos a diferença passou a ser exatamente o dobro: 12-6. As Águias reagiram na reta final do primeiro tempo e saíram com dois golos de desvantagem para o descanso.

Intervalo: 16-14

No regresso dos balneários a história do jogo foi-se escrevendo da mesma forma: a ADA São Pedro do Sul a cultivar a vantagem e com o SL Benfica a tentar correr atrás do prejuízo. As sampedrenses voltaram a dilatar (18-14) e foram tentando fugir no marcador. A cerca de sete minutos do apito final, os cinco golos de diferença (30-25) e o ‘correr’ do relógio pareceram abanar as aspirações benfiquistas que, com uma reta final competente levaram a decisão para além dos 60 minutos.

Resultado Final (TR): 30-30

Audília Carlos – antiga jogadora do SL Benfica – parou a primeira investida do prolongamento e no ataque Isabela Ferreira voltou a dar a vantagem às da casa. A primeira liderança do SL Benfica em todo o encontro surgiu com a assinatura de Maria Unjanque (31-32), à passagem do terceiro minuto do prolongamento, mas a formação orientada por Alexandre Monteiro regressou ao comando antes da paragem (34-33).

Os dois golos de diferença voltaram (35-33), mas Constança Sequeira igualou novamente as contas – primeiro a 35, depois a 36 – e, no último ataque do encontro, foi a central internacional por Portugal quem vestiu a capa de ‘Super-Heroína’ e ajudou o SL Benfica a garantir o bilhete para a Final Four.

Resultado Final (AP): 36-37

CJ Almeida Garrett – ABC UMinho

Parte das atenções da Taça de Portugal Feminina centravam-se em Vila Nova de Gaia, para o duelo entre CJ Almeida Garrett (5.º classificado do Campeonato 1ª Divisão Feminina) e ABC UMinho (3.º), onde apenas um dos emblemas podia fazer história e garantir – pela primeira vez – presença na Final Four… que acabou por ser a equipa da casa.

As gaienses ainda viram a primeira vantagem pertencer às minhotas… mas a aposta num sistema defensivo com algumas variações – entre 5:1 e 4:2 – acabaram por causar algumas dificuldades à primeira linha do ABC UMinho, que viu o CJ Almeida Garrett alcançar a liderança (2-1).

As bracarenses atravessaram um período de inferioridade numérica que, aliado à boa entrada da guardiã gaiense Mariana Silva, foi crucial para a primeira ‘arrancada’ da equipa da casa (6-3). Fernando Fernandes levou o cartão verde à mesa, perto do nono minuto de jogo, mas novo período com menos uma unidade em campo refletiu-se numa maior desvantagem (11-6).

Apesar das investidas do ABC UMinho, as comandadas de Luís Santos foram-se mantendo competentes em toda a linha e dilataram a vantagem para seis golos (13-7), a pouco mais de cinco minutos do descanso.

Intervalo: 18-10

A segunda parte foi-se escrevendo no mesmo registo… de um lado uma formação motivada pela boa exibição, à procura de manter uma vantagem ‘confortável’ diante de uma equipa a tentar de todas as formas reduzir a diferença para poder continuar a sonhar com a Final Four.

Com o placard a assinalar 23-14, a turma orientada por Fernando Fernandes apostou numa defesa mais profunda e conseguiu impor um parcial de 0-3 e diminuir a desvantagem para seis golos, levando Luís Santos a parar o encontro. O antídoto para a defesa quase individualizada apareceu e o CJ Almeida Garrett conquistou nova maior vantagem (29-19), à entrada dos dez minutos finais.

O CJ Almeida Garrett – atual 5.º classificado do Campeonato 1ª Divisão Feminina – que já estava a traçar uma caminhada histórica na presente época, tendo alcançado pela primeira vez os Quartos de Final da Taça de Portugal, a Final Four da Taça FAP e encontrando-se na luta por uma vaga europeia, escreveu nesta tarde de feriado, 25 de abril, um novo capítulo na história do clube.

Resultado Final: 35-26

O Madeira SAD recebeu e venceu o CDE Gil Eanes (34-33) apesar das muitas dificuldades impostas pelas algarvias que até entraram melhor no encontro. Carmen Figueiredo foi a melhor marcadora do encontro com 12 golos, seguida de Jorgeana Carvalho e Neide Duarte com 10 golos cada.

O Colégio de Gaia Toyota também garantiu presença na Final Four da Taça de Portugal depois de vencer a Juve Lis por 32-20. Carolina Justino e Patrícia Mendes foram as melhores marcadoras com seis golos cada.

Taça de Portugal:
Calendário – Quartos de Final:
25.04.2024 – 17h00 – Madeira SAD x CDE Gil Eanes, 34-33 (21-17)
25.04.2024 – 17h00 – ADA São Pedro do Sul x SL Benfica36-37* (16-14; 30-30)
25.04.2024 – 17h30 – Colégio de Gaia Toyota x Juve Lis, 32-20 (14-10)
25.04.2024 – 18h00 – CJ Almeida Garrett x ABC UMinho, 35-26 (18-10)

Patrocinadores Institucionais