Campeonato Placard Andebol 1: FC Porto vence na Luz e segue na luta pelo título

PUB

Dragões conquistaram três pontos importantes na disputa do título de Campeão, diante do SL Benfica; Sporting CP regressa aos triunfos na receção ao ABC UMinho.

A tarde de sábado arrancou com os dois jogos relativos ao Grupo A a acontecerem à mesma hora e com os dois candidatos ao título – Sporting CP e FC Porto – a triunfarem. Os Leões venceram de forma tranquila o ABC UMinho por 37-23. Já os Dragões tiveram um desafio mais complicado diante do SL Benfica, mas que terminou com uma vitória por 39-34.

No Grupo B, o Águas Santas Milaneza acabou por conquistar a vitória por 23-25 frente ao Póvoa AC Bodegão Grupo CCR – jogo que se realizou no Pavilhão da Escola Beiriz e, por esse motivo, não contou com transmissão em direto na andeboltv.

No Grupo C, o Vitória SC confirmou o favoritismo na receção ao Vitória FC – clube que já sabe que não vai permanecer no Campeonato Placard Andebol 1 – ao vencer por 36-29. Já a Artística de Avanca Bioria mantém a esperança na manutenção depois de vencer o FC Gaia Empril por 33-27.

SL Benfica – FC Porto

Em Lisboa, o SL Benfica recebeu o FC Porto numa tarde onde os encarnados tinham a difícil missão de quebrar o bom momento dos Dragões, ainda para mais pela ausência de vários jogadores, nomeadamente na posição de pivô, onde Guilherme Cabral teve a difícil missão de fazer esquecer a ausência de Alexis Borges (lesão) e Paulo Moreno (castigo).

As primeiras investidas foram travadas pelos guardiões – Nikola Mitrevski com três defesas, Gustavo Capdeville com uma – até que perto do terceiro minuto de encontro, foi António Areia quem fez as redes abanar pela primeira vez. Seguiu-se um momento de parada e resposta, com as formações a finalizarem através de rápidas transições (3-3). Ao minuto 6′, a cambalhota no marcador surgiu pela mão do romeno Demis Grigoras e, de seguida, foi a vez do macedônio Filip Taleski ampliar (5-3).

Pedro Oliveira reduziu e Nikola Mitrevski levou a melhor por duas ocasiões, mas dois erros traduziram-se em nova maior vantagem encarnada (7-4), que levou ao primeiro time-out do encontro, à passagem do minuto 10, a favor do FC Porto. Após a paragem técnica, os azuis e brancos reduziram até à margem mínima (7-6) através de Fábio Magalhães, mas com uma unidade a mais – e a atacar em dupla superioridade, 7×5 – o SL Benfica reclamou novamente para si os três golos à maior (9-6), sensivelmente a meio do primeiro tempo.

Os Dragões reagiram à diferença e, apesar de ainda em inferioridade, Nikola Mitrevski voltou a fechar as portas da baliza e Rui Silva abriu o ativo para um parcial de quatro golos contra zero, que valeu o regresso da equipa orientada por Carlos Resende à liderança – que não acontecia desde o golo inaugural – por Nikolaj Læsø (9-10). Jota Gonzalez levou o cartão verde à mesa, depois do 10-12 de António Areia e ainda regressou ao comando do marcador (13-12) mas as equipas acabaram por recolher aos balneários em igualdade.

Intervalo: 14-14

Até foi o SL Benfica a entrar melhor no segundo tempo, com Gustavo Capdeville em destaque entre os postes e Filip Taleski a carimbar nova vantagem de dois golos (17-15), no entanto o FC Porto respondeu em triplo… recuperando a liderança (17-18) à passagem do minuto 36′ e conquistando pela primeira vez dois golos à maior (18-20) com Leonel Fernandes a ser feliz perante a baliza vazia.

Houve time-out encarnado, mas os portistas seguiram ligeiramente superiores e com a ajuda de Nikola Mitrevski alcançaram três golos à maior, com um golo ‘do meio da rua’ de Rui Silva (22-25), à entrada dos últimos 12 minutos. Depois de dois livres de 7 metros em que o guardião macedônio do FC Porto levou a melhor frente a Ole Rahmel, foi a vez de Bélone Moreira ser chamado à marca de castigo máximo e o central do SL Benfica foi feliz, reduzindo para a margem mínima (24-25).

Os dois golos de diferença voltaram a pertencer ao FC Porto (25-27) e na tentativa de recuperar a liderança, Jota Gonzalez levou o cartão verde à mesa para preparar os oito minutos finais. Apesar da paragem, foram os azuis e brancos a sair melhor e a alcançar cinco golos de vantagem (27-32) que sentenciaram as ambições dos encarnados. António Areia assinou o primeiro e o último golo do encontro, que mantém os dragões na luta pela revalidação do título de Campeão Nacional.

Resultado Final: 29-34

CF Os Belenenses e Marítimo Madeira Andebol SAD discutem o jogo relativo à Ronda 4 do Grupo B, poucos dias de terem cumprido a 1.ª Jornada, no Funchal – que terminou com triunfo maritimista -, os emblemas voltam a encontrar-se, este domingo às 20h00.

Calendário – Campeonato Placard Andebol 1
Fase Final – Grupo A – 4ª Jornada
04.05.2024 – 15h00 – SL Benfica x FC Porto29-34 (14-14)
04.05.2024 – 15h00 – Sporting CP x ABC UMinho, 37-23 (20-13)

Fase Final – Grupo B – 4ª Jornada
04.05.2024 – 18h00 – Póvoa AC Bodegão Grupo CCR x Águas Santas Milaneza, 23-25 (12-11)
05.05.2024 – 20h00 – CF Os Belenenses x Marítimo Madeira Andebol SAD, andeboltv

Fase Final – Grupo C – 4ª Jornada
04.05.2024 – 15h00 – Vitória SC x Vitória FC, 36-29 (18-16)
04.05.2024 – 18h00 – Artística de Avanca Bioria x FC Gaia Empril, 33-27 (16-12)

Patrocinadores Institucionais