Seleção Nacional sub-20: Lusos não contrariam Campeões do Mundo

PUB

Portugal ainda recuperou mas não foi suficiente para evitar a derrota no segundo jogo do Torneio 4 Nações, frente à seleção anfitriã – Espanha – que é a atual Campeã do Mundo e da Europa nesta geração.

7 inicial: Deniz Gunes, Nuno Oliveira, Miguel Oliveira, Filipe Monteiro, Tomás Teixeira, Afonso Mendes e António Machado.

Frente à melhor equipa do mundo desta geração – a Campeã do Mundo e da Europa, Espanha – a Seleção Nacional sub-20 entrou de forma bastante consistente no encontro e, apesar de terem sido os espanhóis a liderar nos primeiros minutos, foi a formação lusa a comandar o marcador. António Machado deu a primeira vantagem de dois golos (4-6), reduzida na consequência por Djodje Cikusa – lateral do Barça que esta temporada já soma 23 golos na Liga Asobal – mas Portugal seguiu superior e Javier Fernandez Lopez, selecionador espanhol, parou o encontro com o marcador em 5-8 e com cerca de dez minutos decorridos. Espanha reagiu bem à paragem técnica e igualou o resultado a nove golos, sensivelmente a meio da primeira parte.

À passagem do minuto 18′ Alberto Delgado consomou a reviravolta (12-11) e, já com dois golos de diferença, Carlos Martingo pediu o seu primeiro time-out. Apesar da paragem, Djodje Cikusa registou a primeira vantagem espanhola de três (14-11) e nem com recurso ao 7×6 os portugueses conseguiam ultrapassar as dificuldades no plano ofensivo, acabando por ver a diferença atingir patamares superiores (17-13), a cinco minutos do intervalo. Os Lusos acabaram por reagir – impulsionados por um período de vantagem numérica – e Nuno Oliveira até teve oportunidade de reduzir para a margem mínima, através da marca de castigo máximo, já para lá dos 30 minutos, mas Pau Panitti levou a melhor.

Intervalo: 18-16

À semelhança do que havia acontecido no jogo de estreia – que terminou com triunfo luso diante da Alemanha – os comandados de Carlos Martingo não tiveram uma entrada brilhante no segundo tempo e bastaram cinco minutos para que os espanhóis aumentassem a vantagem para números, até então, inéditos (21-16). O Selecionador Nacional parou o encontro à passagem do minuto 36′ mas a distância chegou a ser de seis (25-19 e 26-20).

Seguiram-se cerca de cinco minutos sem que a Quijote Arena, em Ciudad Real, assistisse a qualquer golo até que – quase de forma consecutiva – Marko Ojeda e Alejandro Pisonero finalizaram e colocaram a diferença em oito golos (28-20). Nova paragem técnica lusa e nova aposta no 7×6 acabou por se refletir numa reaproximação no marcador (30-24) e foi a vez dos espanhóis voltarem a parar o encontro, com cerca de nove minutos por jogar.

O bom momento dos portugueses seguiu, com o 7×6 a apresentar mais soluções ofensivas, e os ‘primos Oliveira’ – Miguel e Nuno – bisaram e confirmaram o ascendente luso (30-26). Mais tarde foi a vez de Afonso Mendes e Eduardo Costa protagonizarem um parcial de 0-2 que colocou a diferença em apenas três (33-30), a quatro minutos do apito final. Pau Panitti acabou por voltar a brilhar e negou o golo a Nuno Oliveira, sendo determinante no triunfo dos atuais Campeões da Europa e do Mundo que ficou fixado nos quatro golos de diferença.

Resultado Final: 35-31

Carlos Martingo voltou a mostrar-se satisfeito com o desempenho dos seus atletas, apesar da derrota: “Acima de tudo, temos que dar os parabéns aos nossos jogadores, lutaram por todas as bolas. Mostrámos durante muito tempo que podemos ganhar a esta seleção espanhola. Tivemos alguns problemas que não conseguimos resolver no ataque, principalmente com esta defesa muito agressiva espanhola- não fomos capazes de a atacar. Sabíamos que haviam alguns fatores fundamentais neste jogo, um deles era o ataque a este tipo de defesa que não conseguimos resolver mas, por outro lado, conseguimos resolver durante grande parte do jogo a segunda vaga de contra-ataque de Espanha.”

O técnico português não retira o mérito a Espanha e, já lançando o último desafio do Torneio 4 Nações – frente a França – Carlos Martingo destaca as características antropométricas dos gauleses, seleção ‘menos conhecida’ de entre as quatro presentes: “O resultado acaba por ser justo, mas de qualquer maneira estamos muito satisfeitos com o desempenho que os jogadores tiveram neste jogo. Amanhã [sábado] vai ser mais um jogo de alto nível contra França. A seleção francesa contra Espanha [derrota por 33-21] esteve em jogo durante grande parte do tempo, apresentou-se aqui com uma seleção bastante interessante, é uma seleção bastante física. Com certeza que será um duelo duro e bastante interessante.”

Este sábado, a Seleção Nacional sub-20 volta a entrar em campo, desta vez para defrontar a França pelas 17h00 (hora portuguesa), no jogo de despedida de Ciudad Real. Todos os jogos do Torneio 4 Nações contam com transmissão em direto no Canal de YouTube da Real Federación Española de Balonmano.

Torneio 4 Nações
Calendário (hora portuguesa):
04.01.2024 – 16h30 – Portugal x Alemanha, 27-26 (15-15)
04.01.2024 – 19h00 – Espanha x França, 33-21 (18-16)
05.01.2024 – 12h00 – Alemanha x França, 31-28 (13-13)
05.01.2024 – 15h00 – Espanha x Portugal, 35-31 (18-16)
06.01.2024 – 17h00 – França x Portugal, YouTube RFEBM
06.01.2024 – 19h30 – Espanha x Alemanha, YouTube RFEBM

Patrocinadores Institucionais