Seleção Nacional sub-18: Portugal sai do Algarve na segunda posição

PUB

Comandados de Nuno Santos perdem frente à Espanha na despedida do Torneio Internacional de Lagoa e fecham o evento com a medalha de prata.

Depois do segundo triunfo conquistado esta sexta-feira, a Seleção Nacional sub-18 encontrou pela frente a congénere espanhola no último duelo do Torneio Internacional de Lagoa. De recordar que Portugal e Espanha estarão no mesmo grupo da Ronda Preliminar do Campeonato da Europa da geração, que terá lugar em Podgorica, Montenegro, de 7 a 18 de agosto.

7 inicial: Bernardo Sousa, Fábio Machado, João Bandeira Lourenço, Gabriel Sequeira, Leonardo Anastácio, Rafael Vasconcelos e Gonçalo Gomes

João Bandeira Lourenço inaugurou o marcador, da marca de castigo máximo, mas alguns erros no ataque Luso permitiram aos espanhóis alcançarem três golos à maior (1-4) levando Nuno Santos a pedir um time-out à entrada do sexto minuto de jogo. O lateral esquerdo – que alinha pelo SL Benfica – assinou três golos consecutivos e ajudou Portugal a recuperar (4-5) mas um período de inferioridade numérica levou o jogo para quatro golos de diferença (4-8). A Seleção Nacional ultrapassou vários minutos reduzida a apenas seis unidades e as dificuldades ofensivas eram notórias, ao passo que a formação espanhola seguia motivada e conseguia aproveitar a superioridade numérica para fugir no marcador. A dez minutos do descanso a diferença era de seis golos (5-11).

Houve tempo técnico espanhol à passagem do minuto 22′, com o marcador na mesma diferença (6-12), e a paragem surtiu efeito: parcial de três golos contra zero que se refletiu numa nova maior vantagem, de nove golos (6-15). Francisco Oliveira pôs um ponto final aos praticamente cinco minutos de jogo sem qualquer golo português, mas Marcos Ballester colocou a distância na dezena de golos antes da saída para o descanso.

Intervalo: 8-18

Gabriel Sequeira entrou a marcar no segundo tempo, mas a missão da Seleção Nacional em parar a Espanha seguia difícil. Martim Fernandes teve a oportunidade de reduzir a diferença para oito, à passagem do minuto 35′, mas Marcos Penacova levou a melhor no frente-a-frente. O guardião espanhol havia entrado para fechar a baliza a sete chaves, dando continuidade ao trabalho do seu colega de posição, David Fuentes.

Os Lusos melhoraram a nível defensivo e a redução para oito bolas de diferença acabou por surgir (13-21), com a assinatura de Francisco Oliveira, à entrada dos vinte minutos finais. Um bis de João Bandeira Lourenço colocou a desvantagem em sete golos (15-22) e levou o técnico espanhol a parar o encontro, sensivelmente a meio do segundo tempo. Após o time-out o jogo assumiu o mesmo ritmo e a dez minutos do descanso, a diferença seguia em sete (21-28). Apesar das investidas lusas, o jogo terminou com 10 golos de diferença.

Resultado Final: 27-37

Nuno Santos mostrou-se satisfeito com o nível competitivo e pelo desafio enfrentado no Torneio Internacional de Lagoa, mas afirmou algumas debilidades lusas serão melhoradas até ao Campeonato da Europa da geração:

“O Torneio Internacional de Lagoa é um torneio espetacular, que nos dá a oportunidade de competir a um nível interessante… e esta Espanha é de um nível bastante elevado. Vai ser um dos nossos adversários no Europeu. Contamos, nessa altura, ter uma versão melhor da equipa para poder disputar com a Espanha e com as outras equipas (Áustria e Roménia), mas temos a plena consciência que vai ser muito difícil. No entanto, nós vivemos em permanência com os mesmos problemas, que tem a ver com o trabalho da condição física, em que fazemos três jogos em três dias e os atletas já não conseguem dar a resposta adequada à exigência competitiva. Nós procurámos dar minutos a todos os atletas, uns jogaram mais, outros jogaram menos, mas efetivamente, aqueles que jogam mais, não conseguem dar resposta. E se nós percebermos que no Europeu vamos fazer oito jogos em 12 dias ou coisa do género, temos que refletir bocadinho e pensar um bocadinho. Estamos aqui para a luta e agora quando chegar a altura, vamos procurar preparar-nos o melhor possível para apresentarmos uma versão bastante melhor que esta.”

Classificação Geral – Torneio Internacional de Lagoa
1.º – Espanha
2.º – Portugal
3.º – Suíça
4.º – Chéquia

Estiveram presentes na Cerimónia de Encerramento Custódio Moreno, Diretor Regional do IPDJ, Rúben Palma, Vereador da Câmara Municipal de Lagoa e José Albino Chefe de Gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Lagoa.

Torneio Internacional de Lagoa
Calendário:
09.05.2024 – 17h30 – Portugal x Chéquia, 38-34 (17-17)
09.05.2024 – 19h30 – Suíça x Espanha27-28 (11-15)
10.05.2024 – 17h00 – Espanha x Chéquia, 35-26 (19-11)
10.05.2024 – 19h00 – Suíça x Portugal29-35 (15-16)
11.05.2024 – 15h00 – Chéquia x Suíça, 25-25 (14-15)
11.05.2024 – 17h00 – Portugal x Espanha, 27-37 (8-18)

© Fotografia: Mário Moreira

Patrocinadores Institucionais